Projeto criado por morador visa o acesso à cultura e a educação na Gardênia Azul – ANF

portalnbo
portalnbo
4 Min Read
Coletivo fundado pelo produtor cultural Rafael Oliveira realiza diversas ações sociais para os moradores da Gardênia Azul, localizada na Zona Oeste carioca

Festa de Natal em 2019 organizada pelo Coletivo Favela Vertical / Foto: Arquivo Pessoal

Da vontade de mudança, de ocupar um espaço em um território de muita vulnerabilidade, nasce o Coletivo Favela Vertical. Fundado em 2019 pelo produtor cultural Rafael Oliveira, de 26 anos, com a ideia central de levar educação, cultura e empregabilidade por meio de ações sociais e projetos desenvolvidos no espaço que hoje existe, e conta com sala de aula e laboratório digital, para que os moradores possam aprender e ampliar seus horizontes através da educação.

A primeira ação realizada pelo Favela Vertical dentro do Gardênia Azul, foi ainda no ano de 2019 uma festa de Natal, na localidade Nova Esperança. “A gente fez uma festa de natal gigante, doamos mil livros para as crianças, teve Papai Noel, um monte de coisa. Foi a primeira ação concreta de nome de o Favela Vertical existir no território, a gente quer fazer coisas benéficas pros nossos jovens”, lembra Rafael.

Festa de Natal em 2019 organizada pelo Coletivo Favela Vertical / Foto: Arquivo Pessoal

Em 2020 oficialmente o projeto conquistou um espaço para poder realizar as aulas do Pré-Vestibular Social Conceição Evaristo, que já recebeu em torno de 60 alunos nos últimos três anos de existência. Rafael relembra que as primeiras aulas aconteceram de forma remota por causa da pandemia causada pelo Covid-19, “A gente teve o pré-vestibular no formato online que durou a pandemia quase que inteira, mas foi benéfica por alguns outros pontos porque a gente teve tempo, de quase dois anos para  fazer obra no espaço. Então a gente botou tudo aqui abaixo e levantou de novo pra ser no mínimo suficiente pra comportar uma sala de aula e a sala de tecnologia”.

O Favela Vertical teve um papel muito importante para os moradores da comunidade durante o período mais tenso da pandemia em 2020. Foram arrecadadas e doadas mais de 500 mil cestas básicas para as famílias que naquele momento não tinham a quem recorrer, e próximo ao Dia das crianças daquele ano, foram entregues 600 kits com brinquedos e gibis educativos de porta em porta para as crianças.

O Favela Vertical é projeto que tem uma função social muito importante dentro da comunidade e como todo projeto precisa arrecadar fundos para continuar desenvolvendo suas atividades. Atualmente o coletivo recebe em torno de duzentos e trinta reais por mês, através de arrecadação virtual de parceiros que apoiam o trabalho desde inicio, “a arrecadação é virtual por uma plataforma on-line que serve pra gente pagar luz, internet e para ajudar em outras coisas no projeto”, explica Rafael.

Além das ações desenvolvidas na comunidade e as aulas de pré-vestibular social oferecida para os jovens, o Favela Vertical está levando música através das rodas de samba que começaram organizar nesse ano – o Samba do Fave-, todo o dinheiro arrecado é investido no projeto, sendo usado para reformas na sede e no Pré-Vestibular Conceição Evaristo. Rafael Oliveira, contou que pretender realizar no mês de dezembro uma nova ação de Natal para as crianças.

 

ANF

Share this Article
Leave a comment
YGYGYGYGYGYGYGY (Copia)