Projetos baianos chegam à etapa final de premiação nacional

portalnbo
portalnbo
5 Min Read

Foto: Divulgação/Saeb

Exercer um papel de conservação ambiental, com a revitalização de matas ciliares e afluentes dos principais rios da localidade, além de fomentar a responsabilidade ambiental junto a estudantes da região. Esse é o objetivo principal da Estação Verde, trabalho desenvolvido pela Embasa, em Mucuri, que está entre os projetos baianos selecionados para a fase final do 26º Concurso de Inovação no Setor Público, realizado pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap). 

O projeto chegou à fase final do certame da Enap, após concorrer com 257 iniciativas validadas. O trabalho concorre ao prêmio na categoria Inovação em Processos Organizacionais. O outro projeto baiano finalista é Esporte na Cidade, desenvolvido pela Superintendência dos Desportos da Bahia (Sudesb), que concorre na categoria Inovação em Serviços ou Políticas Públicas. São seis finalistas e três deles serão premiados por categoria. A cerimônia de premiação está prevista para o dia 12 de dezembro.  

Iniciado em 2020, o Estação Verde desenvolve a irrigação com água que seria descartada nos filtros da estação de tratamento e adubo gerado pela estação de tratamento de esgoto. Além disso, reaproveita materiais de PVC que seriam descartados após correções de vazamentos e recicla copos descartáveis para o cultivo das sementes. O responsável pelo projeto, Rafael Fernandes Miguel, acredita que estar entre os finalistas já é uma vitória. “A visibilidade que estamos tendo vai ajudar a disseminar essa ideia para outras cidades e estados do nosso país”, almeja. 

O Projeto Esporte na Cidade tem o objetivo principal de oferecer aulas gratuitas de iniciação esportiva de futebol feminino, incluindo a formação de cidadania das beneficiadas. O projeto Esporte na Cidade é uma política pública executada pela organização social De Peito Aberto (DPA), com apoio da Sudesb, autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), que firmou parceria com a instituição para que o atendimento às 150 jovens de 7 a 17 anos seja no Estádio de Pituaçu. 

Implantado em 2019, o trabalho estimula a prática de atividades esportivas com vistas à melhoria da qualidade de vida e a autoestima das jovens.  Por meio de questionário no ato da matrícula, 84% das alunas são de escolas públicas, e 34% com renda familiar de até um salário mínimo. “A premiação do Enap é uma forma do reconhecimento de um projeto que vem transformando a vida de muitas meninas. O Esporte na Cidade é um projeto vitorioso, já premiado e reconhecido pela União das Organizações Unidas (ONU) em 2021”, disse o gestor do projeto, Wilton Brandão. 

Concurso 

No total, a Bahia teve 29 iniciativas inscritas no 26º Concurso Inovação no Setor Público, sendo que dois deles chegaram à fase final. “A chegada de projetos baianos à fase final, além da participação efetiva da Bahia em mais este concurso da Enap, é uma amostra do fomento que o nosso Estado vem dando à inovação e do nosso protagonismo nesta área”, pontua a coordenadora do Centro Internacional de Inovação e Intercâmbio em Administração Pública (CIIIAP), Elba Andrade. 

Desde que a premiação da Enap passou a contemplar iniciativas dos poderes executivos estaduais, os projetos do governo baiano têm obtido destaque. Em 2017, foram premiados pelo concurso os projetos Software Banco de Preços, da Secretaria da Administração (Saeb), e Paz Judicial, da Procuradoria Geral do Estado (PGE). Em 2018, foi a vez do Programa de Instrutoria Interna, da Saeb, ficar entre os ganhadores. Já em 2019, o projeto Mídia Digital Sacada, também da Saeb, esteve entre os 10 finalistas. E ainda em 2020, a iniciativa Confecção de Órteses de Baixo Custo, do Hospital Geral de Vitória da Conquista, foi premiada na categoria Inovação em Serviços ou Políticas Públicas.

Fonte: Ascom/Saeb

Rebeca Bastos

PUBLICA

Share this Article
Leave a comment
YGYGYGYGYGYGYGY (Copia)