Rodrigo Pacheco diz que desmatamento ilegal mancha imagem do Brasil no comércio exterior

portalnbo
portalnbo
3 Min Read

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou que o Brasil precisa acabar com o desmatamento ilegal e que acredita que a equipe de transição pode dar bons passos nessa direção. O parlamentar participou da abertura do evento Diálogo Empresarial para uma Economia de Baixo Carbono, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em parceria com a Câmara de Comércio Internacional (ICC, na sigla em inglês). O encontro ocorreu no Hotel Renassaince, em Sharm El Sheikh, no Egito. 

Pacheco defendeu que o país tem uma imagem negativa no exterior devido à prática do desmatamento ilegal, o que prejudica investimentos nacionais no exterior e destacou a importância da COP27. “Desde 1992, quando se instituiu essas conferências do clima, muitas iniciativas surgiram e ao longo do tempo foram sendo debatidas. A COP27 é responsável por dar início à implementação de todas as ideias, como iniciativas de transição energética, essenciais para se depender menos de combustíveis fósseis. E o mercado de carbono, para que se possa ter um ativo para estimular a não emissão ou menos emissão de poluentes”, pontuou. 

O presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, defendeu uma cooperação entre os setores público e privado com o intuito de acelerar a transição energética no Brasil. Durante a COP27, ele destacou a importância da indústria brasileira no desenvolvimento de uma economia de baixo carbono, porém, criticou a cobrança unilateral de taxas ambientais para as exportações do Brasil. “Medidas unilaterais que visam a imposição de barreiras ambientais ao comércio internacional podem causar enormes prejuízos”, disse.

Critérios ESG já fazem parte do dia a dia de 85% das indústrias brasileiras

Capacidade instalada de energia fotovoltaica teve aumento de 80% em relação a 2021

Para Andrade, essas medidas prejudicam fabricantes de produtos com “baixa intensidade tecnológica”. Na avaliação dele, o Brasil está em posição de destaque para liderar esforços de cumprimento dos acordos climáticos e ampliar o percentual renovável da malha energética, com a presença de parques eólicos em alto-mar e a produção de hidrogênio verde. 

Agenda

Nesta quarta-feira (16), a partir das 9h, a CNI vai realizar o Brazilian Industry Day. O evento será no pavilhão da COP e terá como objetivo aprofundar o debate sobre quatro pilares de sustentabilidade da indústria, além da apresentação de experiências bem-sucedidas das empresas brasileiras. 

A programação é composta por cinco painéis com os temas ações para o desenvolvimento do mercado de hidrogênio verde no Brasil; as iniciativas da indústria para uma economia de baixo carbono; bioeconomia e florestas; neutralidade climática; e transição energética.
 

Brasil 61

Share this Article
Leave a comment
YGYGYGYGYGYGYGY (Copia)